Fundarte: Cidade de Muriaé receberá curso de capacitação sobre Lei de Incentivo Estadual à Cultura

A Prefeitura de Muriaé, através da Fundação de Cultura e Artes (Fundarte), conquistou, junto ao Governo de Minas um curso de capacitação sobre a lei de incentivo estadual à cultura. A ação foi firmada em um encontro de representantes da Fundarte com o Secretário de Estado da pasta, em BH. 

O curso vai acontecer no segundo semestre e tem objetivo de auxiliar na obtenção de recursos para promover a cultura na região.A capacitação é voltada para produtores culturais, interessados e servidores das secretarias de cultura das cidades da Zona da Mata. A secretária da Fundarte, Flávia Neves, ressaltou a importância da conquista do curso. “Conseguimos que a capacitação sobre os novos mecanismos da Lei de Incentivo e Fundo Estadual sejam realizados aqui em Muriaé, trazendo para nossa cidade um grande número de pessoas envolvidas com cultura”, explicou. 

PROJETOS E EVENTOS CULTURAIS TEM GANHANDO ESPAÇO EM MURIAÉ: A Prefeitura de Muriaé, por meio da Fundarte, já desenvolve nas escolas municipais projetos de dança, música, teatro e artes visuais. Além disso, a Fundação gerencia dois teatros, museu, biblioteca, arquivo público e o Centro Cultural Grande Hotel Muriahé. No momento, está preparando o I Fórum Regional de Turismo, Cultura e Economia Criativa e a V Conferência Municipal de Cultura, além de anunciar a sétima edição do evento “Gastronomia na Serra”, entre outros.

“Podemos ver que Muriaé está se tornando, cada dia mais, referência cultural da Zona da Mata. Em pouco tempo, pessoas de todo o Estado estarão visitando as nossas festividades e realizando uma bela troca de experiências. Desta forma, vamos multiplicando os nossos conhecimentos, as nossas economias e construindo um caminho novo para todos os muriaeenses”, disse o prefeito, Grego.

Ver Mais Notícias


7 Comments

  1. A lei tinha que ser de Insentivo a Excelentes Salários para os professores, educadores formadores de opinião onde fazem de tudo para dar o maximo de na educação e seus salários são irrisorios, miserável. Se existe profissões diversar e profissionais qualificados e capacitados graças aos professores que educaram, alfabetizaram, ensinaram transmitiram o conhecimento.

  2. A lei tinha que ser de Insentivo a Excelentes Salários para os professores, educadores formadores de opinião onde fazem de tudo para dar o maximo de na educação e seus salários são irrisorios, miserável. Se existe profissões diversar e profissionais qualificados e capacitados graças aos professores que educaram, alfabetizaram, ensinaram transmitiram o conhecimento.

  3.  Preencher os requisitos de Leis de Incentivo Cultural costuma ser desanimador. No caso da Lei Alcir Pires Vermelho tentei algumas vezes e não consegui. Pensei ser incompetência minha, procurei ajuda na FUNDARTE , também a de um advogado primo meu,  mas mesmo assim não consegui satisfazer a todas as exigências.  Desisti .   

Deixe uma resposta para Cidadão Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *