Cadeira 30 da Academia Muriaeense de Letras, que pertencia a José Alcino Bicalho, será ocupada pelo Professor Natalino

A Academia Muriaeense de Letras (AMLE) em Assembleia Extraordinária no final de semana em sua sede na Av. Eudóxia Canêdo, Centro, realizou a Eleição de um novo acadêmico que ocupará a cadeira de nº 30 (vaga por motivo de falecimento do então titular, saudoso José Alcino Bicalho) e cujo patrono é Machado de Assis.

A escolha se deu por escrutínio secreto, após a leitura dos perfis de cada um dos 09 (nove) pretendentes apresentados em formulários, via internet, pelos próprios inscritos, em concordância com edital específico para este fim. 

O vencedor é Natalino da Silva de Oliveira; Nascido em 25/12/1980, casado, residente em Muriaé, MG; Professor de Língua e Literatura – IF Sudeste MG – Campus Muriaé; Formação: Graduação em Letras (UFMG); Mestrado em Teoria da Literatura (UFMG); Doutorado em Literatura Comparada (UFMG); Doutorado em Literaturas de Língua Portuguesa (PUC Minas).

Livros publicados: Fio de Contas (Poesia); Rareza (Poesia); Estética da dissimulação na literatura de Machado de Assis (Crítica e teoria literária). 

Artigos publicados: O visível e o legível em Perros Héroes de Mario Bellatin. LINGUAGEM MEMÓRIA E ARTE – INTERFACES , v. ÙNICO, p. 20, 2013; Maldito tango: disimulación y traición en Boquitas pintadas de Manuel Puig. Literatura: teoria, historia, crítica, v. 14, p. 67-82, 2012; SIMULAÇÃO E DISSIMULAÇÃO: REFLEXÕES SOBRE A ESTÉTICA EM 'MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS' E 'AS VISITAS DO DR. VALDEZ'. Scripta (PUCMG), v. 16, p. 119, 2012; JIM BURNS, FULANO-DE-TAL E NÓS. Scripta (PUCMG), v. 15, p. 263-272-272, 2011; A LITERATURA BELLATINIANA E A NARRATIVA PERFORMÁTICA. In: III SIMPÓSIO NACIONAL DE LETRAS E I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE LETRAS, 2014, LAVRAS. III SIMPÓSIO NACIONAL DE LETRAS E I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE LETRAS. LAVRAS: UFLA, 2014; 

Ver Mais Notícias


5 Comments

  1. Prezado Miora Muriaé, essa é uma dúvida comum. A Academia Muriaeense de Letras – AMLE é uma associação de escritores, artistas e produtores culturais com o objetivo de promover a cultura e as artes no município de Muriaé, especialmente a literatura.

    Ter uma cadeira em uma Academia de Letras significa uma das maiores honrarias do mundo intelectual, uma vez que garante a imortalidade de seu nome e de sua obra para a posteridade. 

    A Academia Muriaeense de Letras foi fundada em 2012 e desde então tem se firmado como um centro cultural produtor, fomentador e disseminador de cultura em nossa cidade. E o mais interessante, faz isso sem vinculo com o poder público, e sem fins lucrativos. 

    Esse ano a programação cultural da AMLE está repleta de eventos e cursos. Na pagína no facebook voce poderá acompanhar a agenda cultral da AMLE, bem como ver as atividades já realizadas pela instituição.

    Click no link para acessar a página. https://www.facebook.com/academiamuriaeensedeletras/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *