Áudio sobre corte de verba para o HSP é “fake news”. Prefeito Grego e HSP já se pronunciaram

O prefeito de Muriaé, Grego, se pronunciou em uma rádio da cidade no fim da manhã desta quinta-feira sobre o áudio divulgado na internet dando conta de que a Prefeitura de Muriaé iria cortar o repasse estimado em R$ 340 mil mensais, para o ativamento da UPA.

No áudio, uma mulher, não se sabe se é funcionária do hospital; diz que o Pronto Socorro iria fechar com a atitude do prefeito Grego. Ela ainda cita o nome do Hospital São Paulo e de um médico.

Por telefone o prefeito Grego relatou que o áudio não tem participação do HSP e sim de uma pessoa que envolve o nome do hospital, do prefeito, do médico e está tomando medidas judiciais, além de estar enviando um ofício ao HSP pedindo que façam esclarecimentos mais detalhados sobre a falsa notícia e ainda da relação do hospital e a Prefeitura, como estão sendo feitos os repasses, etc.

Pede ainda providências a instituição que possa apurar os fatos de uma possível funcionária e que a pessoa, autora do áudio, precisa ser responsabilizada, se a justiça entender que ouve crime; e o hospital poderia abrir uma sindicância para apurar sobre o caso, e claro com ampla defesa para as pessoas envolvidas.

Segundo o Chefe de Gabinete, Reginaldo Roriz, o HSP passou a receber da nova Administração R$ 340 mil, antes o valor era de R$ 208 mil.

Também esteve no programa de rádio, o Chefe Gabinete do Prefeito, Reginaldo Roriz e o vereador Júlio Simbra.

NOTA OFICIAL DO HSP

NOTA OFICIAL DA PREFEITURA DE MURIAÉ

Em virtude de falsas notícias que circulam nas redes sociais, a Prefeitura de Muriaé esclarece que segue mantendo o compromisso de repassar ao Hospital São Paulo 100% do valor do custeio de sua parte no Pronto-Socorro da instituição. Com o objetivo de melhorar a qualidade do atendimento de saúde aos muriaeenses, desde 2017, a administração municipal ampliou em 63% o volume de recursos destinados ao HSP, e desde então, o repasse ocorre rigorosamente até o dia 10 de cada mês.

Vale ressaltar que, até dezembro de 2016, o repasse era de R$ 208 mil mensais. Em janeiro e fevereiro de 2017, a atual administração municipal aumentou o valor para R$ 220 mil. Em março, abril e maio, o repasse foi ampliado para, respectivamente, R$ 250 mil, R$ 280 mil e R$ 310 mil. A partir de junho do ano passado, a Prefeitura de Muriaé passou a custear 100% do seu compromisso com o Pronto-Socorro do HSP, ao repassar para a instituição mensalmente R$ 340 mil, valor que permanece até o momento.

Visando ampliar o atendimento em saúde em nossa cidade, a administração municipal está trabalhando para solucionar os problemas e colocar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em funcionamento. Construída em 2012, mas sem jamais ter funcionado, a UPA deverá contar com pronto-atendimento intermediário entre o atendimento básico dos postos de saúde e o de urgência e emergência que já é feito no HSP.

A Prefeitura de Muriaé, na sua atual gestão, age de acordo com a legislação e em benefício dos muriaeenses, sem jamais atender interesses específicos ou particulares. Por isso, solicitou e aguarda a posição oficial da direção do HSP sobre o fato para tomar as providências cabíveis.

Ver Mais Notícias


5 Comments

  1. Silvan procure saber so impacto que o Chamamento Público 057/2018 impactará na saúde em Muriaé, o Secretário e o Sub-secretário estão cientes. Inviabilizará todos os hospitais. Pede a prefeitura para falar sobre ele.

  2. Exato Ricardo Maurício. O chamamento Público 057/2018, vai afetar os mais necessitados. O que a moça disse vai ser uma verdade em breve. Os serviços a serem prestados pelo hospital vão ser reduzidos pelo chamamento publico e assim a prefeitura vai tirar mais de R$300.000,00 do repasse. Se faziam 100 cirurgias, vão fazer 50, se faziam 500 exames vao fazer 200.
    ABRAM O OLHO POVO DE MURIAÉ.
    REAJAM COMO FIZERAM COM O TERMINAL !!!
    Economizar na saÚde é só para pessoas que não são de Muriaé, que não tem afetividade com o povo de nossa cidade. ….

    1. O Dr. Luciano Bandeira recebeu a resposta do ofício que a procuradoria do município enviou ao HSP. Será que irão divulga-lo na íntegra?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *