Grande projeto reforça as ações ambientais no distrito estância hidromineral de Raposo-RJ

Um grande projeto que reforça a proteção ambiental está sendo desenvolvido no pequeno distrito turístico de Itaperuna, Raposo, Estância Hidromineral do estado do Rio de Janeiro. Para tanto, está em construção, a Sede Administrativa das Unidades de Conservação, com arquitetura sustentável e eficiente, em contêineres, utilizando 8 (oito) do tipo HC 40″, com isolamento termo acústico, eficiência hídrica e energética, produzindo energias renováveis.

O prefeito de Itaperuna-RJ, Dr. Marcus Vinicius de Oliveira Pinto e o secretário municipal de Meio Ambiente, João Vitor, informaram que a obra visa o fortalecimento da gestão das Unidades de Conservação: Refúgio de Vida Silvestre do Sagui-da-Serra-Escuro (492 hectares); Refúgio de Vida Silvestre Monte Alegre (565,84 hectares) e; do Monumento Natural da Floresta (1.272,16 hectares).

A sede irá possibilitar a educação ambiental da população do distrito, estudantes da região e até funcionários do município. Em parceria com outras secretarias municipais, instituições de ensino públicas e privadas, a Secretaria Municipal do Ambiente de Itaperuna irá conscientizar, estimular e ensinar sobre conservação e preservação das UCs, assim como do meio ambiente.

O engenheiro ambiental e coordenador do projeto, Pedro Resende também falou sobre a obra: “Além disso, a obra está sendo concebida com grande preocupação em relação aos impactos causados pela construção civil convencional, diante disso, optou-se pela utilização de estruturas alternativas para redução dos danos ambientais, com menor geração de resíduos sólidos durante a execução das obras; utilização dos recursos naturais de forma otimizada e racional; reduzir e evitar ao máximo a poluição ou contaminação de solo, água e ar. Vale ressaltar que a fim de atingir as metas de redução de impactos ambientais negativos, foi indicado o uso de infraestrutura composta de contêineres reutilizados, biodigestor, pisos permeáveis, alocação da sede em área com maior estabilidade, melhor ambiência térmica e a não remoção de vegetais existentes no terreno indicado”. O valor do projeto é de R$ 1.473.000,00.

Raposo é conhecido nacionalmente por seus recursos naturais, com destaque para as fontes de água mineral, o único distrito com estância hidromineral do estado do Rio de Janeiro. O distrito se destaca também pelos parques de águas sulfurosas, e que segundo muitos, tem poder curativo. Foi relatado também que as águas são comparadas com as de Vichy, na França, portanto tem-se a certeza de que em Raposo brota-se uma das melhores águas do mundo.

A iniciativa de implementar Unidades de Conservação (UCs) no distrito tem por objetivo incentivar a preservação e conservação das áreas de recarga e mananciais, uma vez que um dos principais atrativos de turistas, são as fontes de águas minerais de Raposo.

Ver Mais Notícias


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *