Mais um muriaeense é vítima fatal do coronavírus. Luciano Leite tinha 45 anos

Familiares comunicaram nesta tarde de segunda-feira (01), uma triste notícia para os muriaeenses, a morte de Luciano Raimundo Leite, representante comercial da Godam, 45 anos, muito conhecido pela sua simpatia e profissionalismo.

Ele era casado com Luciane Imaculada de Oliveira Leite, tinha dois filhos, Bárbara, de 15 anos e João Guilherme, 9 anos. Morador do bairro Quinta das Flores, ele foi testado com a doença no fim do mês de abril e estava internado nos últimos 11 dias. O sepultamento acontece na manhã desta terça-feira (2). “Ele estava super bem, mas contraiu a doença, Covid-19 e algumas complicações” relata a família.

Ver Mais Notícias


4 Comments

  1. Quero saber quando o chamado “comitê” vai começar a ser responsabilizado pelas mortes quase que diárias de entes queridos, avós, país e filhos muriaeenses. Fecharam tudo quando deveriam abrir e abrem quando devem fechar. Muita irresponsabilidade. Pessoas não são números! E estão abandonadas à própria sorte em Muriaé, porque o poder público “lavou as mãos”.

  2. Isso o povo se cala se tranca e aceita tudo não fazem as suas reevindicacoes por meios legais e constitucional
    Não vi até hoje barreiras sanitárias 24 horas por dia por que só de dia não adianta tem que ser 24 horas
    Eu sei que as contas de água de muriae estão absurdamentente caras absurdas um manual com o povo de Muriaé tem coragem de falar que gastamos mais devido estar em casa engraçadinha conta veio 3 vezes o valor isto foi para dizer que está desinfectacao nas ruas do centro o aumento mas contas foi para pagar está despesa

  3. Boa tarde! Com 211 casos confirmados e com 11 pessoas falecidas já passou da hora das autoridades repensarem a abertura mais ampla das atividades comerciais e de lazer. Pelo que eu estou lendo e assistindo não é hora para isso e sim de voltar e fechar tudo novamente. O problema está se agravando nas cidades do interior igual a Muriaé.

  4. Esse circo, chamado comitê é magnífico, fecharam tudo na hora errada, quebraram muitos comerciantes e no momento que deveriam ter fechado escancaram tudo. Falta de bom senso e estudo da situação. Tudo me parece politicagem e o pior que envolveram dois excelentes médicos nesse circo político.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *