Belo e saboroso cenário: produtor rural do Pontão aposta na produção do tomate hidropônico

REPORTAGEM ESPECIAL – MURIAÉ-MG. Novos produtos, novas tecnologias e pequenos produtores rurais empreendedores. Este é o cenário encontrado em várias regiões de Minas Gerais e em Muriaé não está sendo diferente. Um exemplo é a produção, ainda nova, mas já em boa escala, do tomate produzido através do sistema de hidroponia, ou seja, a planta cresce e produz dentro de canaletas onde passa a água com todos nutrientes necessários para seu desenvolvimento. O dono da novidade é o produtor rural, Reginaldo do Carmo, da comunidade do Pontão da Água Limpa, em Muriaé.

O produtor rural, Reginaldo e a família, fazendo a colheita

Ele teve a ideia em São Paulo, onde trabalhava em salão de beleza, como cabeleireiro. “Eu queira voltar pra roça, ter melhor qualidade de vida. Queria trazer algo para agregar valor aos produtos que já tínhamos no sítio, no caso as verduras, e reforçar a nossa banca na feira de Muriaé. Busquei aprender mais sobre a hidroponia em um curso em Bragança Paulista-SP. E aqui implantamos o sistema, primeiro com uma variedade regional, o tomate seriguela e agora com o grape, mais produtivo ainda”, disse feliz com o projeto que começou há cerca de 18 meses e já colhe frutos de uma a duas vezes por semana, chegando até 60 quilos semanais. E olha que este tomate tem o valor duas vezes mais alto que o tomate tradicional.

Nossa reportagem esteve na propriedade, a convite de Misael Magalhães Cabral, técnico agrícola com experiência na área de hidroponia e que presta consultoria para produtores rurais desta e outras regiões da Zona da Mata mineira, incluindo aí outros cultivos como o de uva, banana, cafés especiais.

Misael Magalhães Cabral, técnico agrícola e consultor

“Começamos neste projeto há 18 meses com o semi-hidropônico e há cerca de 12 meses passamos para o hidropônico, com o tomate comum, chamado de seriguela, semente que tem na região. Atualmente cultivamos um mais comercial, o grape (tomate uva), mais doce, ideal mesmo para a salada. O plantio leva em média quatro meses para produção, cerca de dois meses para começar a amadurecer. Ainda estamos na fase de observação, de adaptação. Aqui teremos uma colheita de quatro meses direto, duas vezes por semana, é possível que cada pé chegue a produzir de seis a sete quilos. O mercado deste tipo de produto é em feiras livres ou em bandeja para supermercados, fica mais apresentável ainda” disse o técnico agrícola, relatando também que o produtor está satisfeito, pois tem um bom cultivo em uma área reduzida, são quatro plantas por metro quadrado e com produção alta.

“O cultivo aqui das duas variedades é protegido, fechado, em estufa, sem a presença de água chuva, um conjunto que reduz o desenvolvimento de fungos e pragas, e consequentemente o uso de agrotóxico. Caso seja necessário, fazemos a intervenção, mas a presença é tão pequena, que não usamos aqui 10% do agrotóxico usado nos plantios do tomate convencional” concluiu o técnico.

Na propriedade tivemos uma recepção calorosa, típica mineira, por Reginaldo, a esposa Maria José, a filha Nicole e os pais José do Carmo e dona Isaura.

VEJA MAIS FOTOS… clique em “Leia Mais”.

O QUE É HIDROPONIA? Utilizada para cultivo de plantas sem a necessidade de utilizar os nutrientes e minerais do solo, a hidroponia é uma técnica que funciona graças a soluções nutritivas externas (artificiais) e adaptadas para o fornecimento de todos os minerais, água e nutrientes que a planta precisa para se desenvolver completamente.

Ver Mais Notícias


4 Comments

  1. Mérito de parabéns e muito sucesso ao Reginaldo e família pelo excelente trabalho , deixando endereco para aquisicão do produto para consumo direto; Abracos a toda familia.

  2. Essas reportagens valorizam o que temos de mais relevante em nosso município: A Agricultura! Famílias como essa da reportagem, mostram que o sucesso vem da iniciativa corajosa de se reinventar no campo. Parabéns! Sucesso sempre

  3. Parabéns Reginaldo, você merece muito sucesso, que consiga aumentar a produção, mantendo a qualidade.
    Você faz parte da Agricultura Familiar Brasileira, a que alimenta os mais de 200.000.000 milhões de brasileiros, com 70% dos alimentos do dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *