Jovem empreendedora: café especial com seu nome e finalista em concurso internacional

Família, trabalho, inovação e empreendedorismo

REPORTAGEM ESPECIAL – FERVEDOURO-MG

Nossa reportagem foi até a zona rural do município de Fervedouro, conhecer uma jovem de 22 anos que criou um café especial com seu nome; e com esta motivação se inscreveu em um concurso internacional (América Latina e Caribe), no qual foi finalista. Para chegar à casa de Bruna Carolina da Silva, passamos por Miradouro e seu distrito Monte Alverne; seguimos no sentido ao Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, deixamos a estrada principal e chegamos à comunidade do Baú.

Com um trabalho bem feito e de qualidade, Bruna criou o “Café Especial da Bruna”, sua iniciativa de inovação e empreendedorismo, e premiação no Concurso de Café da Prefeitura de Fervedouro e Emater-MG, foi o combustível para que ela se inscrevesse no Premio a la Innovacíon Juvenil Rural de América Latina y el Caribe (Prêmio Juventude Rural Inovadora na América Latina e no Caribe), disputando na categoria “Geração de Renda”. A ousadia e o espírito empreendedor da jovem, a levou à categoria de finalista, superando dezenas de outros projetos. E ela não estava sozinha nesta empreitada, contou e conta com o apoio dos pais agricultores, Sônia e Célio Silva e da irmã, Maria Betânia.

Bruna recebeu nossa reportagem no terreiro de casa, coberto de café, tanto os seus especiais, que levam seu nome, quanto os cafés de seu pai, alguns “bebida” e outros comuns. Ali ela falou sobre o concurso internacional e a satisfação de ter sido finalista. Falou com orgulho do produto das Matas de Minas, criado por ela e família, um café feito de maneira artesanal, com mão de obra familiar. Enquanto os pais estavam na lavoura com a irmã, ela estava em casa, mexendo o café no seu primeiro terreno suspenso, feito na propriedade em 2019, com o apoio da EMATER.

“O café foi catado por mim com ajuda da minha mãe e minha irmã. Selecionei só os cafés tipo exportação, peneira 16 acima, deixando apenas grãos uniformes e sem defeitos. Depois ele foi torrado, moído e embalado em sacolas com uma válvula para manter a qualidade e sabor do café vendido ao consumidor final. Tudo artesanal, do grão à xícara”, falou com propriedade, pois tem um aval recente, o “Café Especial da Bruna” conquistou o 2º lugar no Concurso de Qualidade do Café da Prefeitura de Fervedouro e EMATER 2019, com nota superior a 82 pontos.

Bruna mora nesta bela região da Serra do Brigadeiro
A Igreja da comunidade do Baú, em Fervedouro

A jovem empreendedora disse que para chegar a este nível de qualidade, contou também com uma ferramenta importante, a capacitação oferecida pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES com o curso “Sustentabilidade na Produção do Café”, realizado pela plataforma de Educação a Distância.

“Eu acredito no café, no seu potencial de mudança na vida dos trabalhadores. Espero que outros jovens acreditem, sejam transparentes e honestos em seus trabalhos e alcancem os seus objetivos. Quero agradecer a Deus primeiramente, e também a minha família pelo apoio, ajuda, com os cuidados com os cafés. Minha mãe Sônia, meu pai Célio e minha irmã Maria Betânia que tanto me ajudam aqui. Amo essa família, obrigada por serem assim e me ajudarem a ser uma pessoa melhor”, disse

Sobre o Prêmio: O Prêmio a la Innovacíon Juvenil Rural de América Latina y el Caribe é uma iniciativa do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), que tem como objetivo identificar, recompensar e disseminar iniciativas inovadoras e sustentáveis realizadas por jovens com idade entre 18 e 35 anos, de países da América Latina e do Caribe.

Ver Mais Notícias


4 Comments

  1. Encantada com a iniciativa desta jovem que inovou a partir da seleção tão apurada da semente á xícara. Parabéns a está filha de pequenos agricultores rurais. Com certeza um café bebida com e excelência de quem trabalhou arduamente grão a grão e obteve um “café bebida Bruna” que deve ter o preço de um café exportação, com o kg do pó, maior que de uma saca no mínimo. É daí pra mais. Só não sei se é orgânico. Se for, mais excelente ainda; se não, tá aí um novo desafio p a jovem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *