Governo de Minas autoriza retorno das aulas presenciais. Decisão cabe aos municípios

O Governo de Minas Gerais, através do secretário de Estado da Saúde, Carlos Eduardo Amaral, autorizou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (23), que 218 cidades que estão na “Onda Verde” do programa Minas Consciente, podem retomar aulas presenciais no ensino básico – que contempla a educação infantil, a fundamental e o Ensino Médio – a partir do próximo dia 5 de outubro. Presença não será obrigatória. São 180 cidades das que estão habilitadas a retomar o ensino que aderiram ao programa.

Cidades que estão na onda amarela do programa de combate à pandemia de coronavírus – que são 578 – podem retomar o ensino nos níveis de graduação, pós-graduação e cursos livres. Conforme Amaral, o anúncio deriva de um protocolo que está “sendo feito há mais de três meses. “O foco principal é prevenir a transmissão e garantir a segurança de estudantes e professores. Nos chama muito atenção a saúde física e mental, principalmente dos estudantes. Falta de contato pessoal com outros colegas, falta de espaço em casa. Atinge estudante e a família”, afirmou o secretário.

Haverá um protocolo para retorno gradual do ensino com “limitadores de segurança, regras de afastamento (de alunos e professores em caso de) de surtos (de Covid-19)”. O Estado garante que respeitará a autonomia municipal e que o retorno às aulas não é obrigatório, apenas permitido. “Não indica obrigação de retomada das aulas. Haverá protocolos rígidos. Municípios podem optar por serem mais restritivos ainda”, conclui Amaral. “Nossa recomendação é que seja respeitado o direito das famílias de não levar as crianças para a sala de aula”, pontuou o secretário-geral do Estado, Mateus Simões (Novo).

Participaram do anúncio, também, a secretária de Estado de Educação (SEE), Julia Sant’Anna, e o secretário adjunto de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), Fernando Passalio.

MINAS CONSCIENTE ABRANGE 646 CIDADES: No Estado, 646 cidades aderiram ao programa Minas Consciente – o que representa 75% dos 853 municípios mineiros. A onda verde contempla 218 cidades, conforme planilha atualizada pelo governo estadual nesta quarta-feira, das quais 180 fazem parte do programa.

Fonte: Jornal O Tempo, de Belo Horizonte. 

Ver Mais Notícias


3 Comments

  1. A essa altura dos acontecimentos não tem sentido retomada de aulas,esse ano tá perdido,as escolas particular e sindicato de transporte escolar é que querem esse retorno,as vidas das crianças e dos funcionários da escola não tem valor.

  2. Bom dia! Se tivesse filho,filha,neto,neta em idade escolar eu não levaria eles se para os adultos já é difícil controlar a contaminação do vírus e é só ver a nossa cidade com está como que professores, auxiliares, os profissionais do transporte escolar vão controlar a higiene e o distanciamento social. É um absurdo pensar em volta as aulas. Fora que vão trazer o vírus para dentro de casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *