Funcionário de supermercado demitido sob acusação de furto ganha ações em três tribunais

INDENIZAÇÃO DE R$ 50 MIL E RECONTRATAÇÃO. AÇÕES NA JUSTIÇA FORAM VENCIDAS NOS TRIBUNAIS DE MURIAÉ, BELO HORIZONTE E BRASÍLIA-DF. Um muriaeense de 27 anos de idade, açougueiro, que trabalhava em uma rede de supermercados da cidade, e que foi demitido na modalidade trabalhista “com justa causa” em novembro de 2018, sob a alegação de que teria praticado furto, mas segundo ele sem prova (acusado pelo subgerente de colocar mais carne na compra do que o cliente havia pago); acabou de ter sua ação favorável também pelo Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília-DF, que obriga a empresa de Muriaé a pagar uma indenização de R$ 50 mil e ainda recontratá-lo.

“Entrei com uma ação de defesa em Muriaé e ganhei, a empresa recorreu em Belo Horizonte, e tive nova vitória; e por último recorreu a Brasília, onde também tive outra vitória com a decisão do Ministro João Batista Brito, em Acordão publicado no dia 09 de outubro”, disse informando que não há mais recurso por parte da empresa.

“Passei por uma situação difícil, por um prejuízo incalculável, até porque era meu único emprego e única fonte de renda para sustento de minha família formada por minha esposa e meus dois filhos pequenos” disse o muriaeense que está à disposição para acatar a decisão da Justiça com relação ao retorno ao trabalho antigo, mas terá que aguardar no momento, pois está encostado pelo INSS devido a uma toxoplasmose ocular, em que perdeu 90% da visão direita, segundo informou.

Ver Mais Notícias


7 Comments

  1. A empresa sempre sai perdendo. Nao quero julgar mas como sabe que a empresa esta errada? E como sabe que o funcionário estava certo? Quais sao as provas? Estamos batendo na empresa mas, quem tem certeza que ela esta errada? E porque da certeza? Eu nao vejo lado certo e errado se nao ha provas. O que a empresa ganharia nessa acusação? Se eh uma rede nao tem porque se sujar com um simples caso..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *