Central de Apoio aos Surdos, Surdos-Cegos e Deficientes Auditivos é criada em Muriaé

A Prefeitura de Muriaé criou nesta segunda-feira (25) a Central de Apoio aos Surdos, Surdos-Cegos e Deficientes Auditivos, com o objetivo de atender a comunidade de forma presencial, externo ou remoto (via webcam), no que lhes for necessário ter um intérprete de Libras. A iniciativa é inédita no município e região. O núcleo de apoio foi montado na Secretaria de Desenvolvimento Social.

A professora de Libras e anfitriã do projeto, Juliana Amaral, explica que é de extrema necessidade a Central existir. “Quando o surdo, surdo cego ou deficiente estiver numa agência bancária, numa rodoviária, num hospital, correios, polícia, entrevista de emprego ou afins, precisando de um intérprete para intermediar por ele, ali nós estaremos presentes. De uma forma ou de outra – presencial ou via web, ofereceremos o apoio necessário”, afirmou ela, satisfeita com a criação do beneficio.

O novo serviço permitirá a acessibilidade para a comunidade dos deficientes auditivos. Em todos os locais que houver demanda, ali estará a equipe de Libras da SMDS. Melhor explicando, a pessoa que precisar do intérprete para resolver determinado problema deverá agendar a sua necessidade com antecedência para que receba o atendimento no local ou mesmo remoto, através de uma ligação de vídeo.

“Percebemos através das necessidades de cada pessoa que as ações serão imprescindíveis para a melhoria da qualidade de vida destas pessoas. Irão favorecer e ajudar nos serviços públicos. O benefício auxiliará aos surdos, cegos e demais a serem atendidos com mais abertura nas agências bancárias ou em outras instituições” frisou o médico pediatra, Cristiano Canêdo.

A secretária de Desenvolvimento Social, Eveline Amaral, ressalta sobre a necessidade das famílias que têm uma pessoa surda na família, saberem um pouco de libras. “Tenho uma funcionária surda há mais de 40 anos. Vejo como esta classe precisa de ajuda. Tem de ter alguém que saiba da linguagem de libras para viabilizar situações delicadas que precisam ser resolvidas”, enfatizou ela, lembrando que Muriaé está sendo referência para a implantação do serviço nas cidades de Viçosa, Itaperuna e Fervedouro.

O surdo que necessitar de intérprete deverá agendar o acompanhamento com três dias de antecedência pelo telefone: (32) 99998-2697.

Ver Mais Notícias


7 Comments

  1. Gratidão silvan pela divulgação, assim vamos atingir o público que demanda desse atendimento.
    Esta causa é nossa não porque não dependo dessa língua LIBRAS da comunicação que não possa contribuir para que a sociedade seja menos capacitista..
    E para que essa inclusão seja real precisamos contribuir só assim irei tratar de convivência e não inclusão.

  2. A iniciativa já existe há um bom tempo em Muriaé com o projeto ASM que vem ao longo dos anos exercendo um excelente trabalho voluntário e criando oportunidade de trabalho . Esse é mais um que veio somar aos que deles necessitam.

  3. Excelente iniciativa. Que ela frutifique e perdure para sempre. Que nas escolas possa ser oferecido, ainda que não obrigatoriamente, pelo menos um pouco de libras para facilitar a comunicação com estudantes que tenham esta necessidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *