Comerciantes de Muriaé voltam a se manifestar e tem nova reunião com o Poder Executivo

Comerciantes de Muriaé fizeram uma nova manifestação nesta quinta-feira, a segunda desta semana, para falar sobre a situação delicada em que estão vivendo com a paralisação das atividades, motivada pela Onda Roxa, que traz restrições quanto ao funcionamento da cidade.

Assim como da outra vez, uma comissão voltou a ser recebida pelas autoridades municipais. O secretário de Desenvolvimento Econômico fez suas observações com base na indústria e nas confecções, destacando que o setor no momento produz para o Dia das Mães e uma paralisação pode provocar uma quebradeira, desestruturação dos negócios, e assumiu compromisso com todos os setores, pois estão abertos ao diálogo.

Entre os presentes e que fizeram seus pronunciamentos, o Promotor de Justiça, Dr. Fábio Laureano, o qual relatou sobre os erros cometidos por muitos comerciantes de Muriaé, os quais não contribuem para o controle da doença quando estão com o estabelecimento aberto, tornando a situação ainda mais delicada.

O presidente da CDL Muriaé, Henrique Lourenço, que falou que a entidade está a disposição, é parceira e tem o compromisso para com o desenvolvimento e bem estar de Muriaé; e representantes do Sindivest. Todos concordaram com os assuntos debatidos e todos estão dispostos em trabalhar juntos para ver o que pode ser feito, e o objetivo é achar um melhor caminho para atravessar esta pandemia que entra no seu 13º mês.

Ver Mais Notícias


22 Comments

  1. Volto falar barreira sanitária as cidades que tem o comércio funciona normalmente e a população está controla
    Desde o ano passado era para ter barreira da otária com verificação temperatura, desinfecção total parte externa carro principalmente roda e teste rápido covid19 saber para onde a pessoa vai de onde ela está vindo e o que veio fazer na cidade o motivo
    A vacinação em massa pois está muito lento ainda
    Denunciar festas, bares, bancos lotados, loterias ,boates e aglomeração mais de 6 pessoas juntas já e aglomeração.
    Agora o vice prefeito que já foi secretário da saúde por dias vezes nunca fez nada e pela segunda vez vice prefeito e nada faz além de ser médico não entendo por que não age como tal para salvar vidas e tomar as decisões acertadas

  2. De acordo com o secretário de desenvolvimento econômico as confecções podem quebrar. E os pequenos
    comerciantes? Confecções grandes com centenas de funcionários estão trabalhando a todo vapor.
    Esse acordo para não fiscalizar confecção é um absurdo.
    O pequeno comerciante que se lasque!

  3. Loja de artigos de festas e doces é essencial? Sim. Essencial para as festinhas de comemorações tais como, aniversários e outas que estão acontecendo em residências (aglomeração) continuarem. Faz valer pra todos ou fecha tudo ou abre tudo.

  4. Se o comércio estivesse realmente todo fechado e todos fazendo sua parte já teria melhorado está situação, mas por causa de alguns que desrespeitam ficam trabalhando com as portas fechadas e abrem quando algum cliente chega estamos deste jeito por causa de uma grande parcela da categoria todos estão pagando

    1. Você realmente acha que um único cliente que entra no estabelecimento, higienizado com álcool e com máscara provoca surto de COVID? Se você acha isso, você não não pode acreditar que estas medidas de higiene são boas.
      Ou seja a única saída seria para você fechar tudo e esperar o vírus cansar de esperar por alguém e resolver ir embora da cidade. Vírus não é pique esconde

  5. As lojas não podem abrir porque eles dizem que tem aglomerações, se abrir os fiscais vão e fecham, mas eles não fiscalizam as pessoas que saem lá da rua pra vir pros bairros fazerem festinhas, se confecções podem abrir, as lojas podem abrir pra vender para o dia das mães.

  6. Não entendo o que estes comerciantes querem que a prefeitura faça, se eles não colaboram para frear a pandemia. Afinal, querem abrir sua lojas? Se a população morrer de covid19 não terão mais fregueses. Desconfio que este movimento é politico.

  7. Como os comerciantes resolvem? Se aglomerando. Vai dar muito certo abrir o comércio agora. Gente com muita noção do risco biológico que é ficar perto. Continuem se informando sobre a doença pelo zap e usando máscara de pano aparecendo o nariz. Vai todo mundo se salvar. Hah, tá.

  8. Esta epidemia mostrou um lado egoísta de algumas pessoas
    a classe de salário certo criticando a classe que corre atrás sem nenhum apoio.
    A classe da educação, única que cruzou os braços quer vacina. Ora, já pensou se todo mundo cruzasse o braço? Os bancários correm muito risco e nem por isso cruzou o braço. O estrago feito nas crianças e adolescentes não comoveu a classe escolar.

  9. As informações não são completas, dos leitos ocupados qual a porcentagem são de não residentes na cidade? Não adianta fechar tudo por aqui e as cidades vizinhas tá tudo funcionando

    1. Aí é que tá. Isso eles nunca irão mencionar, sabe pq? Pq querem mais leitos lotados pra justificar a instalação do HSP de Campanha e a liberação da tão sonhada verba de mais de 1 milhão de reais. O$ olho$ brilham!!!
      Os leitos tem pessoas de outras regiões FORA da zona da mata inclusive. Não sou contra o ajudar as pequenas Cidades da REGIÂO de que não possui hospitais ou centros adequados, como Vieiras, Miradouro, Eugenópolis, Patrocinio…
      Agora Caratinga?? Não podemos tb ter leitos ocupados por virtude de ingerência na saúde por partes dos governos de Municípios com renda até maior que o nosso.
      Isso prova que a coisa é POLÍTICA e querem os leitos preenchidos!!

  10. Quando a administração municipal não tem pulso firme, aceita pressões, acaba em confusão. A pandemia está crescendo fortemente e a única forma de enfrentá-la é com distanciamento, máscara e vacina. A cidade de Araraquara viveu momentos de terror, mas o prefeito decretou lockdown severo e há 4 dias não ocorre nenhum óbito.
    Essa turma, ao invés de protestar contra o fechamento, deveria exigir do governo federal auxílio emergengial para o pequeno e micro empresário, como muitos países estão fazendo, em geral mais de 4 mil reais por semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *