Corpo encontrado amarrado no Rio Preto era de jovem de 17 anos. Será sepultado em Divino

Foi identificado no Instituto Médico Legal de Muriaé, o corpo encontrado neste domingo, no Rio Preto, no bairro São José. Trata-se de Dejair da Silva Fernandes, nascido em 21 de janeiro de 2004, no município de Carangola.

Foi reconhecido, e os únicos documentos eram a cópia de sua certidão de nascimento e da carteira de identidade. Familiares não estiveram no IML de Muriaé. As demais providências passaram a ser tomadas logo em seguida, com relação ao funeral. Segundo informações, o sepultamento aconteceria nesta tarde de segunda-feira, na cidade de Divino.

O QUE ACONTECEU? “A Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil de Muriaé foram acionados na manhã deste domingo e as informações davam conta de que o corpo de um homem havia sido encontrado boiando no Rio Preto, na altura da Rua Paulo Roberto Guimarães, no bairro São José.

A princípio não foi possível identificar o corpo, que pode ter sido desovado no rio há cerca de quatro dias, segundo as autoridades. Outra informação passada, é que a vítima do sexo masculino estava vestida com roupa feminina e estava com um pano na boca e amarrado com as mãos para traz.

A Polícia Civil de Muriaé assumiu a ocorrência e já investiga as causas do crime violento, bem como para chegar ao autor ou autores deste crime”.

Ver Mais Notícias


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *