Polícia Civil apreende menor acusado de torturar e matar outro menor e jogar corpo no Rio Preto

O ACUSADO É MENOR DE 17 ANOS E FOI PRESO PELA POLÍCIA CIVIL NESTA TERÇA. VEJA A ENTREVISTA DO DELEGADO DE HOMICÍDIOS, TAYRONY ESPÍNDOLA.

A Polícia Civil de Muriaé anunciou na tarde desta terça-feira (13), a apreensão de um menor de 17 anos de idade, morador do bairro União, acusado de torturar, matar e jogar no Rio Preto, o corpo de outro menor de 17 anos, identificado como Dejair da Silva Fernandes, nascido em 21 de janeiro de 2004, no município de Carangola, mas que estaria morando em Muriaé. O fato teria ocorrido há cerca de uma semana, mas o corpo foi encontrado somente no domingo (11), quando boiou. O motivo seria o furto de um aparelho celular e há informações que também fazia programa sexual na cidade.

O reconhecimento ocorreu nesta segunda-feira conforme anunciado aqui no site, através de cópia de documentos e o sepultamento estava marcado também para este dia, na cidade de Divino (66 Km de Muriaé).

O delegado de Homicídios, Tayrony Espíndola deu mais detalhes na entrevista (veja vídeo). O corpo foi encontrado na altura da Rua Paulo Roberto Guimarães, no bairro São José, com as mãos amarradas para traz, com um pano da boca e marcas de violência.

Ver Mais Notícias


6 Comments

    1. Cômico, mas real. Quase que ainda vai de condução p casa. Nossas leis são cerca fraca, e o sistema está com ferrugem e apodrecendo. Os valores inversos. Lei não garante justiça, infelizmente….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *