Morre o muriaeense Charles, o Sargento Coelho. Estava viajando em sua motocicleta pelo Nordeste

SARGENTO CHARLES REGISTROU POUCO TEMPO ANTES DO ACIDENTE, A SUA PASSAGEM PELA DIVISA DA BAHIA COM ALAGOAS E FICOU ENCANTANDO COM A HIDRELÉTRICA CHESF, A PONTE METÁLICA DOM PEDRO II, O VELHO CHICO E O CANNION DO XINGÓ, NA REGIÃO DE PAULO AFONSO. ESTAVA INDO ENCONTRAR A ESPOSA EM RECIFE-PE. Morreu vítima de acidente nesta sexta-feira (14), no Nordeste, onde estava a passeio em sua motocicleta, iria até Recife, o muriaeense, Sargento PM Coelho, atualmente lotado na cidade de Miraí (onde havia acabado de se aposentar na PMMG). O acidente aconteceu em Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas. A notícia abalou a família, seus amigos de grupo de viagem em motocicletas, a Polícia Militar. Um jornal local, o Correio Notícia, publicou o trágico acidente dando conta que ocorreu por volta das 15h40.

IMPRENSA ALAGOANA NOTICIA A TRAGÉDIA LOGO EM SEGUIDA. “Policial do Estado de Minas, morre em acidente na BR-110 em Delmiro Gouveia. Um policial militar do Estado de Minas Gerais, morreu em um grave acidente na tarde desta sexta-feira, 14, em um trecho da BR-110, na entrada do Povoado Valha-me-Deus, no município de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas. A vítima foi identificada como Charles Henrique Coelho. Segundo apurou a reportagem do italotimoteo.com.br, o militar viajava em uma motocicleta e fazia o percurso Pernambuco/Alagoas, no trevo que dá acesso ao povoado, ele foi surpreendido com uma caçamba que não deu a sinalização correta e atravessou a pista.

Com o impacto o militar morreu na hora, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), esteve no local realizando os procedimentos cabíveis. O autor fugiu do local sem prestar socorro, mas segundo testemunhas a placa do veículo foi anotada e repassada aos patrulheiros da PRF. O local segue isolado para que a perícia seja realizada e depois o corpo ser recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca”.

EM SUAS HORAS DE FOLGA, PASSEIOS COM OS AMIGOS NO GRUPO FISSURADOS MOTO CLUBE, ESTAVA MUITO ENTUSIASMADO, POIS AGORA QUE TINHA SE APOSENTADO NA PMMG. Seus amigos do grupo de viagem em motocicletas se encontraram agora a noite na Praça São Paulo, após saber da tragédia que vitimou o Charlim, e não faltou lembranças boas, inclusive de inúmeros projetos que ele queria desenvolver. Gostava do envolvimento com a sociedade.

Ver Mais Notícias


6 Comments

  1. Uma grande perda, um ser humano fora do comum.
    Tive a oportunidade de acompanhar o seu trabalho no combate as Drogas, trabalho esse que ele tinha muito orgulho em realizar.
    Descanse em Paz Coelho, que Deus te receba de Braços abertos.

  2. Uma grande perda
    Excelente pessoa
    Conheci ele estudando no primeiro e segundo ano do fundamental
    Charles era umilde, amigo de todos,gostava muito de ajudar as pessoas vai deixar muita saudades

  3. Que ninguém fique triste perante uma despedida. Uma despedida é, sempre, necessária para nos voltarmos a encontrar… e um reencontro, depois de um momento ou depois de toda uma vida, é algo inevitável, se formos amigos de verdade…
    Cada vez que nos despedimos de alguém que nos é querido, faz-se noite no nosso coração e sempre que um reencontro acontece, de novo se faz dia; o Sol volta a brilhar como se essa pessoa fosse imprescindível para que haja diferença entre o dia e a noite…
    É na agonia de uma despedida, quando forçosamente esse momento acontece, é nesse instante que percebemos a profundidade dos nossos sentimentos, o valor de uma amizade…
    Se fossemos capazes de saber quando e onde uma despedida deixa de ser uma ausência e o vazio deixado pela partida é preenchido pela presença daquele que partiu, a despedida seria menos dolorosa… assimilaríamos a emoção da despedida, não como um fim mas sim, como o princípio do desejado reencontro…

    Muitas pessoas já passaram pela minha vida e na minha vida… umas cruzaram-se comigo e nunca mais soube delas, ou porque a vida não nos permitiu estreitar laços ou porque simplesmente pouco se manifestou em comum para que de novo nos cruzássemos… outras há que (poucas, devo acrescentar), se o destino existe e partindo do princípio que cada um de nós tem o seu traçado, quis o dito que cruzassem a minha vida e na minha vida ficassem… Essas, são aquelas que muito mais que meros seres humanos com quem tive o privilégio de partilhar momentos, sentimentos, sorrisos e lágrimas… são aquelas que entraram no meu coração e aí permanecerão… são elas, os meus amigos…

    Não me despeço dos meus amigos porque na realidade, ainda que na sua ausência física, eles estarão, eternamente, comigo… As recordações constroem um caminho que chega até ao meu coração e permitem-me que os sinta, aos meus amigos, sempre, muito perto de mim, mesmo que na realidade estejamos distantes… Nunca deixo que as pessoas que me são queridas partam… levo-as comigo onde quer que vá, no meu pensamento…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *