MAIO AMARELO, TRÂNSITO

Foto oficial do encontro das autoridades no Maio Amarelo
Eduardo Costa e Nélio Araújo, da Agramax

O mês de maio é dedicado às ações de prevenção de acidentes no trânsito e também a educação, é o MAIO AMARELO – JUNTOS SALVAMOS VIDAS. Na manhã desta quinta-feira a empresa Agramax Vistorias de Muriaé, realizou um encontro com as autoridades da segurança pública e representantes de outros segmentos para falar sobre a segurança no trânsito, prevenção e outras ações que possam ajudam o setor a ter maior tranquilidade e melhor mobilidade.

A abertura do evento foi feito por Nélio Araújo e Eduardo Costa, da empresa idealizadora e entre as autoridades estavam representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, Câmara Municipal, Aeroclube Muriaé, Observatório Nacional de Segurança Viária e Franco Lopes Piloto de Motovelocidade.

Cada representante falou de sua área, de suas preocupações, das ações que precisam ser tomadas em parceria, e no caso das forças de segurança, foram citados números preocupantes com relação aos acidentes na cidade e rodovias da região, com alto índice de morte. A Campanha continua nesta sexta-feira quando terá o apoio de Nerso da Capitinga que participará de uma blitz educativa.

“Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para a redução dos acidentes de trânsito e que surgiu com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

A ideia é mobilizar os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para discutir o tema”.

Ver Mais Notícias


2 Comments

  1. Estrada ruim e trevo complicado também causa acidente e motorista desavisado que anda na contra mão entra no trevo na pista do meio de aplicativos pior ainda

  2. O caos se instalou em nossas ruas e parece que veio para ficar. Experimente atravessar uma rua central lá pelo meio dia. Pode botar semáforo ou faixa de pedestre. Não funcionam mais. São sinais decorativos, sem função. Apenas o apito do guarda ainda é respeitado, com reforço da caneta e bloco de multa. Quebra molas estão fazendo falta, pelo menos um a cada cem metros. Pela noite e madrugada nossas ruas se transformam em pistas de corrida, com direito a cavalos-de-pau e outras irresponsabilidades. Às estatísticas estão aí e … são apavorantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *